Silk Wallpaper

A firma inglesa Fromental produz alguns dos papéis de parede mais sofisticados do planeta, combinando os materiais mais nobres com técnicas de pintura e bordado milenares.

 

fromental-1

 

Os painéis de seda são feitos em Suzhou, na China, onde são pintados a mão e depois bordados, usando técnicas usadas, a cada geração de artesãos, por 2500 anos.

 

210ca00c3f6cbb199d56758deee454d9

 

Fromental Paradiso

 

Fromental-Chinoiserie12

 

screen-shot-2013-05-22-at-11-29-22-pm

 

ridder_hyde_035

 

contemporary-wallpaper-1

 

A fantástica coleção inspirada em Gio Ponti:

eclectic-living-room

 

contemporary-wallpaper

 

intercut+designs+tearsheet+with+Travertine+hi+res+copy

 

“We have a window in history to produce works of the beauty and skill that have not been witnessed since the 18th/19th Century”.

fromental.co.uk

Taking the Road

Inspiração para o ano novo: algumas das estradas mais lindas do mundo.

 

167Ocean Road (Australia)

 

340National Highway Beartooth, Montana (USA)

 

438-1National Road Hana, Maui, Hawaii

 

072Bridge Oresund (Denmark/Sweden)

 

The-Overseas-Highway-1The Overseas Highway, Florida Keys (USA)

 

543National Route 101, Pacific Coast, California (USA)

 

922Rohtang Pass (India)

 

29-guoliang-tunnel-china-most-scenic-roadsGuoliang Tunnel, Henan (China)

 

23-nichon-romantic-highway-most-scenic-roadsNichon Road, Nagano (Japan)

 

14-stelvio-pass-italy-most-scenic-roadsStelvio Pass (Italian Alps)

 

830Los Caracoles (Argentina/Chile)

 

027National Road 99, British Columbia (Canada)

 

1316The Atlantic  Road, Averoy  (Norway)

 

via katerinasgift, perierga, refinedguy

 

 

Photography: Alain Delorme

Para quem nunca viu as fotos da série “Totem”, de Alain Delorme, aqui estão algumas delas. As fotos foram tiradas durante 2 temporadas do fotógrafo em Shangai, patrocinadas pela Ailing Foundation, e retratam sua fascinação por “trabalhadores migrantes”. As imagens são propositadamente editadas e alteradas para trazer um senso de “realidade aumentada”.

 

AlainDelorme_Totem14

 

AlainDelorme_Totem07

 

AlainDelorme_Totem04

 

AlainDelorme_Totem03

 

AlainDelorme_Totem05

AlainDelorme_Totem10

 

AlainDelorme_Totem12

 

AlainDelorme_Totem09

 

AlainDelorme_Totem02

 

AlainDelorme_Totem06

 

http://www.alaindelorme.com/works-totems 

 

Arquitetura para o futuro

Bilbao entrou no mapa como cidade a ser visitada, quando o seu museu Guggenheim, desenhado por Frank Gehry, foi inaugurado 15 anos atrás. Desde então, cidades pelo mundo afora estão cada vez mais construindo estruturas públicas e privadas desenhadas por arquitetos inovadores. Aqui estão alguns exemplos das melhores do momento :

 

Pierres Vives em Montpellier, França : desenhado por Zaha Hadid para abrigar 3 instituições; uma biblioteca multi-mídia, um arquivo de documentos e um centro de esportes.

 

Biblioteca Liyuan em Huairou, China : Os arquitetos da firma Li Xiaodong Atelier se inspiraram nas montanhas e florestas da região. Os interiores são de madeira e o exterior coberto por galhos de árvores locais.

 

Biblioteca de Vennesla, na Noruega: Desenhada pela firma Helen & Hard, tem formas ondulantes que se expandem e contraem, para formar espaços íntimos ou amplos.

 

Kai Tak Cruise Terminal em Hong Kong: Desenhado por Norman Foster, tem quase 1 kilômetro de comprimento e é super “high-tech” e “verde”, com direito a um jardim gigante no telhado, com vista da Victoria Harbor.

 

Taiyuan Museum em Shanxi, China: A firma americana Preston Scott Cohen desenhou painéis e janelas em forma de “casa de abelhas”, com 5 alas que convergem para o centro como num nó ( só dar para entender vendo…).

 

56 Leonard Street em Nova York, desenhado pelas estrelas do momento, Herzog & de Meuron. O prédio residencial será o mais alto e mais ambicioso de TriBeCa. Os apartamentos, segundo o developer Isak Senbahar, parecem “empilhados” uns sobre os outros, projetando-se para o céu.

 

 

Via DEPARTURES

 

O que querem as chinesas ?

As chinesas aprendem depressa. As marcas de luxo que antes achavam que elas comprariam qualquer coisa que tivesse um” logo”, estão precisando se adaptar pois o que elas estão buscando agora é “sofisticação” e “diferenciação”.

Educação é o primeiro passo, e para elas um MBA é um “must”.

Escolas de etiqueta estão fazendo o maior sucesso e a mais conceituada é a Institute Sarita, em Beijing. Sua criadora, a chinesa Sara Jane Ho, tem 27 anos, fez MBA em Harvard e fala 5 línguas. Ela cobra $16 mil dólares por um curso de 3 meses onde as mulheres casadas aprendem a receber com sofisticação. Um curso para jovens solteiras custa 20% menos.

 

Olha a pulseira!

 

E os cílios …

 

Os bailes de debutantes são importantes para a elite . Este foi em Shangai ( quem são os “rapazes” ao fundo ? ).

 

Na busca de ser diferente elas procuram edições limitadas (Prada está usando esta estratégia de” produtos relâmpago “) e acessórios personalizados ( Vuitton está fazendo produtos diferenciados e montando Salas VIP ).

 

                                                      Vuitton em Shangai

Carros antigos ao invés de novos – a Porsche 911 de 1975 é um sonho para o futuro .

E um Steinway em casa, também.

Mas como diz uma aluna do Institute Sarita, se com $16 mil elas aprendem todas as regras de etiqueta, com o dôbro desta quantia elas podem fazer um MBA. É preciso ainda mais que isso para poder comprar o que elas realmente querem :

 

A Birken.

 

via financial times, business insider, hermès